Terça, 16 de Julho de 2024
15°C 21°C
São Paulo, SP
Publicidade

Artrose: estudo vê reflexo de condições climáticas na dor

Revisão sistemática, publicada na National Library of Medicine em 2023, analisou 14 estudos publicados até 2022, em quatro base de dados científica...

02/07/2024 às 13h35
Por: Redação Panorama Goiás Fonte: Agência Dino
Compartilhe:
Image by Freepik
Image by Freepik

Uma revisão sistemática, que analisou 14 estudos publicados na Biblioteca Cochrane, Embase, PubMed e Web of Science, até 2022, concluiu que fatores climáticos em geral foram significativamente associados à dor da artrose. 

A pesquisa apontou que a pressão atmosférica e a umidade relativa correlacionaram-se positivamente, ou seja, exerce influência sobre a intensidade da dor na artrose. O estudo foi publicado na National Library of Medicine em 2023. 

De acordo com o médico ortopedista Dr. Marco Aurélio S. Neves, embora os fatores climáticos provoquem uma alteração microscópica, as pessoas com dor crônica, causada por lesões, podem ser muito sensíveis a ela.

“Quando a pressão atmosférica cai, como acontece no frio por oscilações violentas na pressão do ar, os tecidos das articulações podem inchar, empurrando-os contra os músculos e nervos do corpo causando a dor. Por isso, algumas pessoas com osteoartrite sentem mais dores no inverno”, esclarece o Dr. Marco Aurélio S. Neves.

Segundo a Sociedade Brasileira Reumatologia (SBR), a osteoartrite é o mesmo que osteoartrose, artrose ou doença articular degenerativa e é uma doença que se caracteriza pelo desgaste da cartilagem articular e por alterações ósseas. 

Conforme divulgado pela SBR, a osteoartrite é a mais frequente entre as doenças agrupadas e designadas de “reumatismos”, e corresponde de 30 a 40% das consultas em ambulatórios de reumatologia. Além disso, é responsável por 7,5% dos afastamentos do trabalho.

A entidade alerta sobre a doença se tornar mais grave com o passar dos anos, que é frequente a partir dos 60 anos, e que, aos 75, cerca de 85% das pessoas têm evidência radiológica ou clínica da doença. De acordo com a SBR, 50% dos pacientes queixam-se de dor crônica. 

Neves indica algumas práticas para minimizar as dores em períodos mais frios. “Expor a região afetada pela osteoartrite a uma compressa de água quente, ou, ainda, tomar banho em água quente são medidas capazes de melhorar a dor e até mesmo aumentar a amplitude do movimento articular”.

O especialista destaca, entretanto, que pessoas que já tiveram suas articulações reparadas com próteses, têm a dor atenuada. “Um estudo mais recente concluiu que, de cem pacientes com próteses articulares, 51% não sentiram dor quando experimentaram temperaturas frias durante o inverno. Dos pacientes que sentiram dor, apenas 29% se referiu à dor significativa”.

Os pacientes foram  submetidos a temperaturas entre 8°C e 10°C. O estudo foi realizado pela Taibah University, da Arábia Saudita e publicado em 2020 pela National Library of Medicine do National Center for Biotechnology Information.

Para mais informações, basta acessar: @drmarcoaurelio.ortopedia 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
São Paulo, SP
14°
Tempo limpo

Mín. 15° Máx. 21°

14° Sensação
1.54km/h Vento
91% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h47 Nascer do sol
05h37 Pôr do sol
Qua 22° 14°
Qui 24° 15°
Sex 23° 14°
Sáb 25° 15°
Dom 28° 15°
Atualizado às 02h01
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,45 +0,06%
Euro
R$ 5,94 +0,06%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,09%
Bitcoin
R$ 366,264,67 -0,25%
Ibovespa
129,320,96 pts 0.33%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias